Orientação de estudo e profissional

RetençãoRecrutamento e desenvolvimento

Um correto aconselhamento sobre o tema orientação de estudo e profissional envolve muito mais do que olhar apenas para as competências e os conhecimentos prévios. Alunos que compreendem os seus pontos fortes, a nível comportamental, terão uma maior confiança e foco para um futuro profissional brilhante. Então como proporciona orientação imparcial para que os alunos façam as suas escolhas informada, com vista a objetivos que sejam claros para eles?

Opções de Estudo 

É importante que cada pessoa faça as suas próprias escolhas – mas como podem identificar quais as mais ajustadas ao seu potencial? Como poderá ajudar a que o aluno tome decisões informadas?

Ao ajudar os alunos a identificarem e compreenderem os seus pontos fortes, permite-lhes focarem as suas decisões sobre disciplinas e cursos.
 

Em que é que são bons? Qual o que se irá ajustar melhor a uma função? Ao proporcionar aos seus alunos informações sobre os seus comportamentos, irá fornecer-lhes as ferramentas que permitam para responder estas questões.

Ao conhecerem-se melhor a nível comportamental, irá ajudar aos alunos a escolherem o ambiente de aprendizagem melhor para eles. Como gostam de aprender? Seria mais adequado um professor que tenha mais disponibilidade (horas de contacto), ou sente-se mais confortável a estudar de forma independente?

Orientação profissional

Com frequência, a orientação profissional fornece suporte em aspetos mais práticos - como elaborar um CV, como comportar numa entrevista, entre outros – mas tem algumas lacunas. Não tem em consideração as preferências comportamentais, que podem ter um papel muito importante sobre se esta pessoa tem o perfil comportamental que se enquadra na função.

Todas as decisões sobre opções de estudos e percursos profissionais podem ser mais fáceis, se tiver conhecimento do perfil comportamental.
 

Os alunos que compreendem melhor os seus pontos fortes estão mais bem preparados para identificar qual a carreira mais ajustada e começar a traçar o seu caminho nesse sentido. Ao terem conhecimento das áreas onde são bons, e tendo um profundo conhecimento de si próprios, os alunos autoconscientes terão a confiança e a motivação que lhes permite avançar para as suas metas.

Identificar a área é apenas o primeiro passo – assim, como proporciona aos seus alunos as ferramentas que precisam para crescerem com confiança, se torne adultos maduros e se consigam distingam no local de trabalho? Ajudar os alunos a compreender o seu comportamento, permitir-lhes-á modificar o seu comportamento e comunicação, de forma a se ajustarem a qualquer situação.