Dicas e sugestões

Visualize algumas das questões mais frequentemente colocadas sobre os testes psicométricos e esteja preparado para as avaliações.

O que é psicometria?

Esta explicação poderia ser longa e complicada! De forma simples, trata-se de um conjunto de técnicas por detrás da Avaliação Psicológica.

É o elemento base dos instrumentos de avaliação.

O que são testes psicométricos?

Os testes psicométricos compraram o desempenho do indivíduo com outras pessoas ou mostram que são áreas relativamente fortes e fracas. Os verdadeiros testes psicométricos debruçam-se sobre três áreas:

  • Aptidões congitivas: capacidade para trabalhar com números, palavras, esquemas e sistemas
  • Realização: o que as pessoas realmente sabem sobre uma área
  • Personalidade: como as pessoas normalmente são propensas a agir. Abrange uma variedade de aspetos, desde a motivação aos valores, da forma como reagem à autoridade e a sua honestidade ou integridade

Ao misturar e combinar estas três áreas, terá testes específicos para áreas como a inteligência emocional, a liderança, a orientação para o serviço ao cliente e como as pessoas pensam - áreas que estão diretamente relacionadas com determinadas funções. Avalie muitas pessoas na sua empresa e pode obter o perfil organizacional: quão bem as suas equipas trabalham; que capacidades lhe faltam; quem se irá enquadrar bem.

Para que são utilizados os testes psicométricos?

Os testes são utilizados para o recrutamento de novos colaboradores identificar pessoas com potencial para serem promovidas ou desenvolvidas; aconselhamento de colaboradores que estão com baixos desempenhos; unir equipas; fazer o Coaching a gestores seniores; identificar fatores de stress na empresa; decidir qual a melhor estrutura organizacional; criar programas de incentivos que realmente motivem - qualquer decisão sobre pessoas, de forma individual ou em grupo.

Os teste psicométricos apenas testam o QI?

Muitas vezes pensamos que o teste analisa o que sabe; que é algo em que irá falhar ou passar. No entanto sabe que o seu conhecimento é apenas uma pequena parte do que você é na vida - na escola, na empresa ou em casa. Dada a rapidez com que o mundo muda, poderá ser melhor saber quão bem e, o que uma pessoa consegue aprender no futuro, do que o que ela sabe agora.
Existem fatores que cada vez mais estão a distinguir-se, como por exemplo: quão bem as pessoas compreendem e interagem com pessoas; a capacidade para liderar; até onde segue as regras ou descobre soluções únicas; a sua capacidade em lidar com o stress. Testar também é sobre isto.

O que é um perfil comportamental?

A avaliação da personalidade e do comportamento no ambiente de trabalho pode revelar as capacidades de um indivíduo e como, provavelmente, irá agir.
Esta informação pode ser utilizada para identificar em que tipo de função vai ser bom, como se 'enquadra' na cultura da empresa e até, quão longe irá no seu percurso profissional.

 Este tipo de avaliações analisa como as pessoas se comportam e responde a perguntas como:

  • O que os motiva?
  • Quais são os seus pontos fortes e as suas limitações?
  • Que estilo de comunicação preferem?
  • Como eles interagem com seus colegas?
  • Qual é o seu valor para a organização?
  • Estão a modificar o seu comportamento para se adaptarem à função?
  • Como se comporta sob pressão?
  • Estão a demonstrar frustração no local de trabalho?
  • Qual o estilo de gestão mais adequado para eles?

O perfil comportamental não irá mostrar as qualidades 'boas' e 'más' de uma pessoa; simplesmente fornece uma compreensão sobre como é que alguém prefere comportar-se no ambiente de trabalho e as características que irá mostrar. Não existem respostas 'certas' ou 'erradas'.

A avaliação da personalidade e do comportamento pode ser utilizada no recrutamento de novos colaboradores, e para obter os melhores resultados através de uma melhor gestão de pessoas.

O que é um teste de aptidões?

Uma avaliação de aptidões mede a inteligência fluida de uma pessoa - quão bem consegue aprender e reter novas tarefas e procedimentos. Os testes de aptidões são um indicador preciso e de confiança do potencial de desenvolvimento de uma pessoa.

Os testes de aptidões oferecem uma forma mais objectiva de avaliar as capacidades de uma pessoa. Podem fornecer respostas a perguntas como:

  • Consegue esta pessoa pensar sozinha?
  • Podemos utilizar esta pessoa para promover mudanças?
  • Quão capaz será esta pessoa de prosperar num ambiente em mudança ou dinâmico?
  • Esta pessoa pode ser um high flyer?
  • É uma pessoa que resolve problemas?

Estas avaliações são desenhadas para medir o seu potencial, e não o seu conhecimento. Geralmente incluem testes verbais, numéricos e de raciocínio. Por exemplo, os testes numéricos são concebidos para medir a rapidez e a destreza com que a sua mente consegue manipular números - e não se consegue fazer equações quadráticas ou exercícios de álgebra.

Porque são utilizados ao nível das empresas?

As avaliações psicométricas podem ser utilizadas para recrutar novos colaboradores, identificar o potencial, desenvolver, formar equipas e tirar o melhor proveito dos colaboradores através de uma melhor gestão.

A pesquisa mostra que as entrevistas, referências e entre outros são muito parciais e podem limitar o sucesso no recrutamento.

Porque são utilizados ao nível do ensino?

As avaliações psicométricas pode ser utilizadas com os alunos, professores e organizações educacionais para obter o melhor das pessoas.

Ajudam os alunos a determinar os seus pontos fortes e limitações, ajudando a traçar o seu futuro depois da escola / faculdade.

As avaliações psicométricas podem ser utilizadas para recrutar, identificar o potencial, desenvolver, formar equipas e tirar o melhor proveito dos colaboradores através de uma melhor gestão. As avaliações ajudam a colocar as pessoas certas nas funções certas, proporcionando maior clareza a todas as decisões sobre as pessoas.

Porque são utilizados ao nível do desporto?

Estas avaliações são utilizadas em ambientes desportivos, permitindo ajudar a criar programas de treino e formação avançada, gerir o desenvolvimento dos atletas, construir laços entre atletas e treinadores, melhorar a comunicação da equipa e aumentar o desempenho.  

As avaliações psicométricas podem ser utilizadas para recrutar, identificar o potencial, desenvolver, formar equipas e tirar o melhor proveito dos elementos através de uma melhor gestão. As avaliações ajudam a colocar as pessoas certas nas funções certas, proporcionando maior clareza a todas as decisões sobre as pessoas.

Onde é que me irei deparar com estes testes... e porquê?

Actualmente, os candidatos a empregos fazem testes com muito mais frequência do que na década anterior. Isto é, de uma forma, uma coisa boa. A familiaridade com o processo significa que o seu desempenho nestes testes individuais será melhor. 

Pode realizar estes testes:

  • Na escola e na universidade. Alguns dos testes para esta população poderão ser diferentes dos testes que irão encontrar no mercado de trabalho. Por exemplo, podem medir o que aprendeu.
  • Para reduzir o número de candidatos que se candidataram a uma função.
  • Na primeira entrevista. O contributo dos testes poderá enriquecer a entrevista.
  • Na entrevista final. Nesta fase são utilizados para confirmar as impressões criadas na(s) entrevista(s) anterior(es) ou para identificar áreas que precisão de mais discussão.
  • Assessment Centres. Para certas funções, ser-lhe-á pedido para participar em um ou dois dias de actividades. Estes podem incluir role play, discussões em grupo ou testes, por exemplo. Utilizando diversas técnicas como esta, irá permitir que o recrutador verifique as capacidades e atributos (por exemplo, ser um bom comunicador) através de várias formas, tentando garantir que o processo é justo e preciso, e que o candidato age de forma consistente ao longo do tempo.
  • Talentos. Algumas grandes empresas estabelecem parcerias com universidades para identificar talentos.


Uma vez empregado não irá escapar aos testes pois são usados para: entrevistas de avaliação, avaliar as necessidades de formação e realizações; identificar os candidatos para promoção e liderança; avaliar os níveis de stress e bem estar; ver quão bem duas pessoas estão a trabalhar em conjunto; preparar alguém para coaching. 

Os testes são muito utilizados pois ajudam: tornam os processos mais justos para ambos (empregadores e empregados). E desta forma cada pessoa terá a oportunidade de se conhecer melhor.

O que medem?

Se alguma coisa lhe acontece, sabe como isso afecta o seu comportamento. Os testes são utilizados em bebés pequenos para verificar o desenvolvimento, no tratamento da doença mental e na reabilitação. Nas empresas, são utilizados para tomar decisões sobre recrutamento, desenvolvimento, retenção, gestão de pessoas, para aconselhamento de carreira, para promover pessoas e formar equipas.

Caso se tenha candidatado a uma oferta de emprego, é provável que lhe seja dado um destes três tipos de testes:

  • Testes de Capacidade: O velho teste QI alegou ter um número que expressava a inteligência da pessoa. Hoje em dia, sabemos que existem diversos tipos de inteligência. Os testes mais comuns avaliam a a inteligência verbal, abstracta, espacial e numérica, mas existem muitos outros tipos de inteligência: a inteligência emocional, por exemplo. As pessoas podem ser boas em alguns destes tipos, mas não tão bons em outros. O posto de trabalho requer diferentes combinações de inteligência.
  • Testes de Conhecimento ou Competências: Conhece alguma coisa ("O que se entende por R.O.I.?" por exemplo) ou o que sabe sobre como executar (cortar e colar texto no Word, por exemplo). Estes testes são mais como os testes da escola e da faculdade.
  • Personalidade: Os bons testes de personalidade baseiam-se em teorias e muitos anos de pesquisa, em que tentaram construir perfis de pessoas que têm sucesso em diferentes funções. Eles não pretendem somá-los ou predizer como irá agir numa determinada situação; eles pretendem medir a tendência para se comportarem de uma certa maneira.
  • Poderá ser avaliado em outras áreas - ética, valores e integridade, por exemplo - mas a capacidade e a personalidade são os aspectos mais medidos, durante o processo de recrutamento.
Quando serei testado?

Os testes são utilizados em diferentes fases do processo de recrutamento. Por vezes são utilizados em conjunto com outras informações (ou seja, o cv) para filtrar os candidatos; por vezes são utilizados como parte de uma primeira entrevista, para gerar questões para a entrevista posterior. A informação obtida poderá ser utilizada para planear a formação do potencial candidato. Cada vez mais, irá encontrar acesso a páginas de internet em que poderá completar testes. Mas cuidado: existem alguns testes muito maus.

Parecem-se com os testes das revistas?

Verdade. Alguns dos testes utilizam perguntas de certo/errado. Alguns pedem-lhe para escolher um de três ou quatro respostas a que melhor reflecte a sua opinião. Outros, no entanto, irão mostrar formas, números, imagens. Para muitos, não haverá respostas certas ou erradas, apenas respostas que reflectem a sua individualidade. A diferença entre um bom teste psicométrico e um dos testes das revistas, está por detrás do testes: mais de 100 anos de teoria, recolha de dados, complexas técnicas estatísticas e a forma, precisa, como os itens estão redigidos ou ordenados. Por vezes, um verdadeiro teste psicométrico parece-se com um dos testes das revistas... mas existe muita coisa que está a acontecer sob a superfície.

O que devo procurar?

O teste deverá ser realizado num ambiente onde se consiga concentrar, sem interrupções. Deverá garantir que compreendeu o motivo pelo qual o está a fazer teste, bem como, as instruções.

Todas as pessoas que aplicam testes são formados para dar feedback sobre o teste que executou, uma vez que o teste foi interpretado. Isto deve acontecer sempre, visto que o recrutamento é sempre um processo a dois e você tem o direito a entender a decisão e aprender um pouco mais sobre si próprio.

Será este teste a decidir se fico com o emprego?

Não por si só. Os bons testes apenas são fornecidos a pessoas formadas na sua utilização e estas sabem que os testes NUNCA devem ser utilizados como uma peça isolada na tomada de decisão. Os testes são utilizados como uma parte do processo e cada parte - entrevista, referências, por exemplo - fornecem diferentes peças para formar o puzzle. Os testes apenas medem aspectos específicos das pessoas.

O teste irá indicar quais as funções onde terei maior sucesso, no futuro?

Não exatamente! O teste não irá listar um conjunto de funções, mas irá destacar os pontos fortes a nível comportamental e preferências de trabalho, permitindo que tenha uma melhor compreensão de quais as áreas em que terá maior sucesso. Irá facultar um insight sobre o tipo de ambiente de trabalho em que se sentirá mais confortável, ajudando a tomar decisões informadas quando tiver a necessidade de escolher as saídas profissionais.

Quem terá acesso aos resultados do meu teste?

Nossos testes são totalmente confidenciais, o que significa que as únicas pessoas que terão acesso a seus resultados de teste serão aqueles que o convidaram a preencher o questionário. Desta forma não terá de ser preocupar se outras pessoas tem acesso aos mesmos.

Para uma melhor compreensão sobre os resultados, deverá ser fornecido feedback a todos os elementos aos quais foram solicitados o preenchimento dos questionários.

Devo ficar nervoso?

Um pouco de adrenalina ajuda em várias actividades, incluindo os testes. Mas não existe a necessidade de se preocupar. Curiosamente, a pesquisa mostra que muitas pessoas apreciam um processo de testes bem gerido, pois o feedback dar-lhe-á mais informações sobre si. Basicamente, os testes são para o ajudar a si e ao empregador, a tomar boas decisões.

Mas as pessoas não gostam de fazer testes, pois não?

Longe disso: atualmente, as pessoas apreciam fazer testes pois os testes remetem para um dos seus assuntos preferidos  - o próprio. Se correctamente manuseados, os testes utilizados com os colaboradores já existentes, podem causar agitação.

Posso fazer o teste através do meu dispositivo móvel?

Depende do teste! Todos os nossos testes quem têm um formato de questionário (Thomas PPA, Thomas TEIQue e Thomas Engage) são compatíveis com os dispositivos móveis, pelo que poderá utiliza-los para responder.

Não recomendamos que responda ao Thomas GIA através deste tipo de dispositivos: como mede rapidez e precisão, os resultados podem ser distorcidos por utilizar diferentes formas de resposta (por exemplo, ecrã tátil). Desta forma, recomendamos que utilize o computador para responder ao Thomas GIA.

Outras questões? 

Contacte-nos através do (+ 351) 21 395 80 36.