Mudança de carreira aos 30

Dicas de desenvolvimentoModelo de plano de desenvolvimento pessoal

Considerar uma mudança de carreira aos 30 anos pode ser uma perspectiva assustadora. Com uma forte experiência anterior no mercado de trabalho, poderá sentir que está a começar no seu primeiro emprego. Ou se acabou os estudos recentemente e está a trabalhar desde então, pode estar a sentir-se desiludido e pouco envolvido.

Os primeiros passos no mercado de trabalho são difíceis; ‘agarrar’ o seu primeiro trabalho e em seguida, ‘subir os degraus’ para o segundo, terceiro e seguintes… Provavelmente neste percurso os compromissos (casa para pagar, alimentação, despesas com filhos, entre outros) vão aumentando. Ao pensar em fazer algo de diferente aos 30 anos pode sentir o seu árduo trabalho foi desperdiçado e que irá começar do zero.

Não entre em pânico - você vai, sem dúvida, desenvolver competências transferíveis ao longo dos anos e sua experiência vai lhe ensinaram muito sobre o que você faz e não quer a partir de um trabalho.
 

Atualmente sabe mais sobre si do que antes e está mais bem preparado para fazer decisões sobre a sua carreira. Independentemente de saber ou não, aos 30 anos de idade é provavelmente muito diferente no ambiente de trabalho, do que era quando tinha 18 anos.

Pense com atenção sobre o porquê de sentir que precisa fazer uma mudança na sua carreira e identifique exatamente as razões que fazem continuar. O seu trabalho é frustrante? Desejava ganhar mais dinheiro? O trabalho está a tomar conta da sua vida? Está a sentir-se subaproveitado? Não gosta dos seus colegas? Tome notas dos motivos para sair. Considere posteriormente o que aprecia; talvez existam uma ou duas tarefas que realmente gosta de fazer. Tome nota destes motivos.

Tente mapear as competências e capacidades que tem vindo a desenvolver ao longo dos anos. Por exemplo, a comunicação e a negociação são extremamente valorizadas independentemente da função. Ao identificar o que pode oferecer à empresa, poderá ajudar a aumentar a confiança, bem como, proporcionar uma visão diferente sobre o tema. Reunir estas ideias permitirá uma visão clara sobre as suas preferências e fornecer um modelo claro que lhe permita pensar sobre a próxima função.

Ao compreender o que está à procura, pense se a mudança de carreira é a melhor solução. Será que trabalhar numa organização ou indústria diferente, com valores diferentes irá melhorar a sua vida? Se aprecia trabalhar na sua empresa, mas odeia a sua função, será que pode mudar de departamento ou função? Existem projetos com os quais se possa envolver e que lhe possa dar uma ideia sobre como são as outras funções?

Ainda convencido que a sua escolha de carreira é um problema? Ao começar a planear a sua estratégia para sair. Considere os caminhos alternativos que pode seguir e como pode explorá-los. Converse com pessoas que tenham diferentes funções, faça voluntariado ou um curso. Será que poderia trabalhar em duas funções durante um período de tempo? Será que poderia ser freelancer?

Fazer uma mudança de carreira aos 30 anos não é uma coisa negativa – nos dias de hoje, mudar de carreira é normal. Aos 30 anos deverás ter uma perceção mais clara de quem é e do que queres para a tua vida. Isto irá ajudar a que faça uma escolha informada sobre os próximos passos – uma escolha que não conseguiu fazer quando tinha 20 anos.
 

Tirei proveito do processo! Tenta apreciar as diferentes possibilidades e daqui a mais 10 anos, podes estar preparado para um novo desafio.