Retenção

Competências de trabalho em equipaGestão do desempenho

Recrutar talentos é uma prioridade para qualquer profissional responsável pelo recrutamento, mas o que fazer quando esses talentos saem porta fora? Atrair candidatos extraordinários é importante, mas o faz para os reter é que faz a diferença.

De acordo com o CIPD, a média de custos associados com o turnover e recrutamento para uma função, está entre as £4,000 e as £6,125. 

CIPD

Quando se considera formar e desenvolver um novo colaborador, especialistas estimam que o processo pode, em alguns casos, custar mais do que o dobro do vencimento de um colaborador (The Wall Street Journal).

Estas estatísticas são suficientemente assustadoras isoladamente. A isto acresce-se o efeito que o turnover de colaboradores pode ter sobre a moral do resto da força de trabalho e a intensificação dos desafios de retenção.

O turnover de colaboradores é uma parte normal de qualquer negócio – as pessoas naturalmente vêm e vão, mudam de funções e progridem dependendo das circunstâncias. 

O negócio irá ocasionalmente sofrer um aumento no número de colaboradores que sai, o que pode causar alguma preocupação. O pior que um negócio pode fazer num momento como este é não fazer nada. Não faça nada e arrisca-se a que tal aconteça uma e outra vez. Descobrir as razões para os seus problemas de retenção é o primeiro passo para manter os colaboradores com elevado potencial.

Quão bem conhece as suas pessoas?

Qual a diferença entre aqueles que ficam e aqueles que partem? O que torna alguém num colaborador de elevado potencial na sua organização? Devemos começar por analisar as características individuais.

Selecione um grupo de colaboradores mais antigos e um grupo de colaboradores que tenha abandonado o negócio após os dois primeiros anos de trabalho. Pense nos diferentes comportamentos que demonstravam, nas suas diferentes velocidades de aprendizagem e nas soft skills que apresentava.

Ao analisar características, tal como as que foram mencionadas anteriormente, poderá revelar um conjunto de razões para os seus problemas de turnover de colaboradores. Tal pode demonstrar que um estilo comportamental em particular seja mais adequado ou talvez que aqueles que estejam a abandonar a empresa tenham uma maior velocidade de aprendizagem e que, como tal, se estejam a sentir aborrecidos e frustrados nas suas funções.

Até perguntar o `porquê´, os problemas de retenção irão permanecer e continuar a prejudicar a sua organização.

Aplique o que descobriu

Uma vez que tenha feita a pesquisa acerca do porquê das suas pessoas estarem a sair, as probabilidades de melhorar os seus níveis de retenção aumentam substancialmente.

Use as características e padrões exibidos pelos colaboradores que ficam na empresa para guiar as suas decisões relativas a pessoas. Comece pela fase de recrutamento, e passe pela fase de integração na empresa e desenvolvimento, de modo a garantir que tem os colaboradores certos nas funções certas.

Pode descobrir um grupo de colaboradores que demonstram os comportamentos associados aos das pessoas que abandonaram a empresa. Com o seu conhecimento recém-adquirido – faça uma mudança! Ao implementar a formação e desenvolvimento e tendo discussões oportunas acerca da progressão na carreira e desempenho, pode mudar o colaborador.

Não se esqueça de incentivar!

Não importa quanto analise o porquê de as pessoas estarem a sair ou quem recrutar para os substituir, se a sua força de trabalho não estiver comprometida, estará automaticamente numa situação de elevado risco de grande rotatividade de colaboradores.

Podemos ajudar a identificar as áreas nas quais está a ser desafiado e ajudá-lo a direcionar os seus esforços para promover o envolvimento da força de trabalho.

Empresas com elevados níveis de envolvimento têm uma rotatividade 40 % abaixo dos seus homólogos com baixo envolvimento.

Engage for Success

As pessoas que gostam do trabalho que fazem, da sua função e das relações que têm, têm menor probabilidade de abandonar a empresa. Assim, garantir que os seus níveis de envolvimento são elevados é algo crítico na retenção da força de trabalho.

Quanto tiver a retenção certa, estará a olhar para uma força de trabalho com o envolvimento, competências e dedicação necessárias para alcançar e levar a empresa para o sucesso. Caso contrário terá elevados custos de recrutamento e disrupção na empresa.

Encontrar as ferramentas certas para medir como o `bom´ se parece, motivar eficazmente as suas pessoas e elevar a moral são o primeiro passo na otimização do desempenho e redução de atritos.