Psicologia nos esportes

Desenvolvimento da equipeConstruindo relacionamentos em equipes

Treinar a mente e o corpo tem se tornado cada vez mais importante para alcançar o sucesso. Compreender como aplicar a psicologia no esporte pode melhorar a motivação do atleta e, consequentemente, a performance.

Tanto a psicologia do esporte (com foco na dinâmica da relação entre fatores psicológicos e performance atlética) omo a psicologia do exercício (com foco em usar a percepção psicológica para aumentar níveis de exercício e atividade física) são componentes essenciais para promover a performance. Seja para atletas profissionais, seja para a população em geral, um bom entendimento sobre como a mente funciona pode causar um impacto enorme.

Psicologia para performance em esportes

A compreensão e aplicação de princípios psicológicos são amplamente reconhecidas como fundamentais para a melhoria da performace em esportes. Reconhecer o impacto que comportamento, motivação, personalidade, estresse e pressão exercem sobre o desempenho pode ser instrumental para aperfeiçoar o modo como se treina e compete. 

Atletas reagem de formas diferentes em situações diversas, com base nas tendências e características naturais. Isso deve ser levado em conta ao considerar a dinâmica e o relacionamento da equipe, tanto entre os integrantes quanto treinadores.

Para construir relacionamentos bem-sucedidos, estilos de comunicação e incentivo devem ser modificados para se ajusar a preferências individuais, viabilizando treinamentos diferenciados e estratégias de performance que podem ser implementados tanto para o indivíduo quanto para a equipe. 

 

Perfil de desempenho nos esportes

Perfil de performance pode prover uma avaliação rigorosa das características psicológicas e pode ser usado em conjunto com as medidas existentes de habilidade física, para obter ótimos insights sobre os jogadores, atletas e treinadores. Avaliações psicométricas podem ajudar os atletas a explorar as próprias características, tais como, autoconfiança, motivação, perseverança e resistência mental. Um melhor autoconhecimento pdoe ajudá-los a moldar o desenvolvimento e a incentivá-los a assumir a responsabilidade pela própria performance, com um impacto significativo em foco, ímpeto e realização.

Tendo em vista que perfil psicométrico dá ênfase a pontos fortes, ele também pode identificar áreas de desenvolvimento e aprimoramento em potencial. Essa compreensão abrangente, sobre traços comportamentais e emocionais, pode complementar o treinamento físico de atleta, melhorar a performance em competições e auxiliar no impacto psicológico em períodos de recuperação de lesões.

A Thomas trabalha em parceria com psicólogos, para que sejam treinados em aplicar nossas avaliações e prover feedback construtivo. Essa abordagem irá permitir que desenvolvam um conhecimento detalhado sobre atletas, treinadores, esportes e clubes, para que o feedback seja personalizado e baseado em conteúdo altamente relevante.
 

Dicas sobre psicologia do esporte

1. Conscientize-se!

Tente aumentar o autoconhecimento. Pense nas suas preferências pessoais e na forma como reage em determinadas situações. 

2. Concentre-se no presente!

Quando estiver treinando e competindo, tente se certificar de que a atenção está focada no presente. Técnicas de atenção plena podem ajudar você a evitar que se fixe em pensamentos negativos, diminuindo as distrações e a ansiedade.

3. Seja otimista!

Otimismo está normalmente relacionado ao desempenho geral. Tente manter-se confiante na sua habilidade e positivo quanto aos resultados. Estabeleça metas específicas, que sejam realistas, e pense em como alcançá-las.

A psicologia do esporte pode ser vista como uma ciência complexa, mas não precisa ser tão assustadora quanto parece. Ao incorporar o perfil de performance aos programas de treinamento, você terá uma base e um vocabulário em comum com os atletas, diminuindo os receios e ajudando-os a se manter motivados, tanto física quanto mentalmente.