Construindo relacionamentos em equipes

Psicologia nos esportesMotivação nos esportes

Trabalho em equipe é a base para o sucesso no esporte. Isso se aplica tanto a atletas em esportes individuais quanto a equipes. Desenvolver o autoconhecimento e a compreensão sobre si mesmo é passagem para construir relações profissionais efetivas.

Seja por que acabou de formar a equipe, seja por estar trabalhando coletivamente há algum tempo, voltar ao básico para desenvolver uma base sólida é um ótimo lugar para começar.

Tudo começa com compreensão!

Se perguntar a alguém sobre uma equipe, normalmente vai receber uma série de fatos e números sobre as conquistas e habilidades físicas. Normalmente, presume-se que pessoas em forma sempre chegarão primeiro. Essa noção se prova incorreta constantemente.

Capacidade física, claro, é um componente básico para a performance no esporte. Mas e quanto à capacidade mental? Com que frequência os integrantes da equipe consideram o que passa internamente nos companheiros de equipe? Esse elemento crítico geralmente é a peça que falta no quebra-cabeças.

Dar à equipe as ferramentas que precisam para obter um melhor entendimento sobre como se comportam -- seus pontos fortes, limitações e esímulos -- é o primeiro passo. Isso ajudará você a criar um ambiente de compreensão, o qual representará a base sólida necessária para construir relacionamentos.
 

Revelar as preferências comportamentais e emocionais de um indivíduo irá dar a equipes o poder que necessitam para considerar o impacto que exercem sobre outros e, portanto, ajudará a entender o que precisam para mudar. Com esses dados, sobre eles mesmos e os companheiros de equipe, poderão entender como se comunicar melhor; comoe estimular os outros e, consequentemente, como desenvolver habilidades para trabalhar bem em conjunto, as quais terão grande influência sobre a performance.

Aprimorando a dinâmica da equipe

Todos já fomos parte de alguma equipe, seja em esportes, seja no escritório, onde o esfoço coletivo fica abalado por uma só pessoa. Se um membro da equipe fica desmotivado, há um risco grande de que a negatividade atinja os demais.

Entretanto, o desempenho da equipe é algo complexo e não é simplesmente o somatório das partes. Se a motivação da equipe for um problema e não se consegue identificar qual indivíduo está afetando, o que mais pode estar acontecendo? Existe algum conflito de personalidades? Há falta de confiança ou de empatia entre os integrantes? Os companheiros de equipe estão se comunicando e se entendendo efetivamente?
 

Se todos os integrantes têm autoconhecimento, então se tem a base para construir uma boa equipe. O próximo desafio é ajudar a integrar todos os insights pessoais de cada um à equipe, para que entendam verdadeiramente o estilo, os estímulos e os receios do outro. Assim, qualquer diferença crítica pode ser enfatizada e administrada, em um ambiente de honestidade e confiança.

Quanto melhor a interação, mais eficiente o treinamento e o desempenho se tornam. Por isso, remover fontes desnecessárias de conflitos é uma das formas mais rápidas de motivar equipes de esporte a alcançar um objetivo em comum: vencer!

Mantendo a dinâmica

O compromisso de fazer melhorias indivíduais e em grupo, juntamente com mudanças que irão aumentar a performance e capitalizar os pontos fortes, irá assegurar que a equipe trabalhe em conjunto constantemente, da maneira mais eficiente possível.

Por que não implementar cursos de treinamento para a equipe? Isso pode ajudar não só a melhorar as habilidades interpessoais, como também fornecer a fantástica oportunidade de construir relacionamentos. Mostrar seu apoio para desenvolver a equipe assegura que todos os indivíduos tenham a crescente sensação de confiança e reconhecimento. Quando os membros da equipe são capazes de confiar uns nos outros e trabalhar cooperativamente, a motivação aumenta e os objetivos são fáceis de alcançar.

Quando todos trabalhem bem juntos, não há quase nada que não se possa realizar. Certifique-se de que tem em mente o contexto geral, no que diz respeito a suas equipes, e aumente as chances de desenvolver um grupo de alta performance.