Liderança

Engajamento dos funcionáriosComunicação

Pessoas deixam seus gestores, não a empresa. Uma forte liderança ajuda as organizações a alcançar as metas. Mas como assegurar que tem a equipe de líderes certa para empoderar os funcionários e, assim, conseguir resultados?

Líderes são responsáveis por orientar e moldar a direção que a empresa deve tomar, ao mesmo tempo que gerenciam a performance dos funcionários. Nós podemos dar apoio a esses líderes, para que entendam melhor a si mesmos e apliquem esse conhecimento, impulsionando a empresa ao sucesso. Traçar um perfil da equipe de liderança ajuda-os a compreender como tirar os melhores resultados, tanto de si mesmos quanto dos demais, bem como identificar falhas e determinar questões de compatibilidade ao contratar novos membros.

Liderança x gestão


Há 20 anos, as definições de "gerente" e "líder" eram mais concretas: os gerentes eram as pessoas que diziam o que deve fazer e como fazê-lo; líderes eram os que, sentados em uma sala executiva, tomavam todas as decisões e determinavam a estratégia corporativa, com os quais você raramente entrava em contato. As diferenças entre liderança e gestão eram antes muito mais evidentes.

Na medida em que avançamos para uma era diferente, a qual se concentra no empoderamento das pessoas, a linha entre gestão e liderança fica cada vez mais turva. Contudo, as tarefas que demandam nosso tempo deixam bastante claro que há diferenças marcantes entre atividades de gestão e de liderança.

Não é necessário ter o título ou ser visto como um grande líder para ser um, mas normalmente é preciso ter o título de gerente para ser visto como um. A diferença essencial reside nas habilidades de lidar com pessoas. Liderança vai além de entregar com êxito projetos ou realizações de metas estratégicas. Tem a ver com incentivar pessoas na jornada de tornar a visão realidade, seja ela sua ou da empresa. Então, como desenvolver habilidades de liderança entre seu pessoal?

Líderes emocionalmente inteligentes
 

A diferença entre um líder aceitável e um excelente está, frequentemente, relacionada à inteligência emocional. Líderes emocionalmente capazes possuem autoconhecimento, comunicam-se muito bem e flexibilizam o comportamento para se adequar a várias situações. Eles conseguem administrar estresse, desânimo, conflito e mudanças. Explorar o nível de inteligência emocional cria um ambiente de compreensão, que aumenta o autoconhecimento entre os líderes e pode ser usado tanto para o contratar como para desenvolver líderes.

Uma máquina bem "calibrada"
 

Para impulsionar os negócios com sucesso, sua equipe de liderança precisa trabalhar em conjunto eficientemente. O primeiro passo para um ótimo trabalho em equipe pode ser dividido em dois aspectos: compreender a si mesmo e os demais. Contanto que seus líderes possuam uma noção de como eles e a equipe se comportam, de como se comunicam, dos pontos fortes e das limitações deles, eles terão as ferramentas necessárias para trabalhar juntos com êxito.

Avaliar esses comportamentos e os níveis de inteligência emocional na liderança permite que se identifique o que está faltando para preencher as lacunas restantes, com o auxílio de decisões bem informadas durante o recrutamento.

Como desenvolver habilidades de liderança
 

Após selecionar seus líderes e identificar áreas de necessidade de desenvolvimento, como lidar com isso e ainda mantê-los excelentes? Nós ajudaremos você a libertar o líder que há escondido durante todo o percurso. Nossa consultoria aborda diversos elementos vitais para a liderança: reconhecendo a diferença entre ela e a gestão; descobrindo o estilo ideal para direcionar equipes; como e quando usá-la; e revisando a inteligência emocional de acordo com o que for necessário para se tornar um líder.